Rodado, Diego explica nomadismo e fala em findar jejum do São Paulo - SPFC.Net

Logotipo

12/1/2018 09:22 - 2223 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Rodado, Diego explica nomadismo e fala em findar jejum do São Paulo

Instagram
Com o São Paulo, Diego Souza acumula passagens por 12 clubes em seu currículo (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Com passagens por 12 clubes, o meia-atacante Diego Souza planeja ajudar o São Paulo também com a sua experiência. Aos 32 anos, o jogador projeta dividir o aprendizado acumulado durante esse período com os atletas mais jovens do elenco tricolor.



“Passei por alguns clubes, a maioria dentro do país. Fui para a Arábia Saudita, o clube lá não me pagou e tive de voltar. Na Ucrânia, o Metalist, pela guerra, acabou não existindo mais. Na época, meu passe era de uma empresa, o que fazia com que eles tivessem porcentagem nas vendas”, disse, explicando seu nomadismo entre equipes.

Além do Fluminense, clube pelo qual foi revelado, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Atlético-MG, Vasco, Cruzeiro e Sport já contaram com o futebol de Diego Souza. O São Paulo, portanto, é o nono clube brasileiro no currículo do jogador, que defendeu Benfica-POR, Al-Ittihad-SAU e o extinto Metalist-UCR no exterior.

“Foram aprendizados. Eu era bem novo. Nos últimos tempos dei uma assentada numa cidade (Recife). É uma loucura arrumar casa, escola, se adaptar. É bem melhor estar tranquilo num lugar”, apontou, sem fazer questão de se tornar um líder dentro do grupo.

“Venho com minha experiência para ajudar meus companheiros, os meninos. Mas o mais importante é pode ajudar da melhor maneira possível. Sendo líder ou não, vou procurar dar o meu melhor”, assegurou.

Questionado sobre sua escolha pelo São Paulo, Diego Souza se mostrou motivado com a possibilidade de ser convocado para defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo, mas também ajudar a encerrar o jejum de títulos pelo qual passa o clube, que não ergue um troféu desde 2012, quando conquistou a Copa Sul-Americana.

“A escolha é, sem dúvida, pela história. O objetivo deste ano é organizar a equipe rapidamente e brigar, porque não é comum o São Paulo estar há tanto tempo sem levar um título. Para alcançar seus objetivos pessoais, tem que estar num grande time”, concluiu.






Comentários (4)

12/01/2018 09:21:01 Yoichiro Ichijo     

O problema do Tricolor não vai ser o time q começa o ano! Esta se reforçando bem.
O principal inimigo do tricolor está dentro de casa!!!O Leco q vai fazer de tudo p desmanchar o time no meio da temporada!!!

12/01/2018 09:20:55 Jose Feitosa      

O fato de ele ser um nômade da bola não quer dizer nada, o que importa é que ele joga muito e ta no nosso time.

12/01/2018 09:19:37 Jackson Evangelista     

Tomara que jogue bola e não de dor de cabeça!!

12/01/2018 09:19:03 Jackson Evangelista     

Tomará que jegue bola e não de dor de cabeça

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.