O São Paulo na Copa do Mundo de 1990
Últimas Notícias
publicidade

O São Paulo na Copa do Mundo de 1990

Ricardo Rocha foi o único jogador do Tricolor na competição

0 0 0
Foto: Ricardo Corrêa/Revista Placar

A Itália foi o país anfitrião da Copa do Mundo de 1990. A competição foi precedida pela disputa das Eliminatórias com 116 seleções inscritas em busca de 22 vagas (Argentina e Itália já estavam classificadas). Enquanto Costa Rica, Irlanda e Emirados Árabes estreavam na fase final da competição, outras voltavam ao torneio após longo período sem participação, como Romênia (depois de 20 anos), Colômbia (28 anos), Estados Unidos (40 anos) e Egito (56 anos).



O ano de 1990 marcou, também, as últimas participações de países que deixaram de existir: Tchecoslováquia, União Soviética e Alemanha Ocidental, que se despediu com o título de campeã.

Os cabeças de chave da Copa de 1990 foram Itália, sede, Argentina, campeã vigente, Brasil, Alemanha, Bélgica e Inglaterra. Na fase de classificação, a maior surpresa foi o desempenho da equipe de Camarões, que venceu Argentina e Romênia, terminando em primeiro lugar no grupo e por pouco não eliminando os sul-americanos, que avançaram em terceiro lugar.



A Costa Rica, no grupo do Brasil, também foi digna de nota ao ficar à frente de Escócia e Suécia, vencendo ambos os times. Nas oitavas de final, a equipe da América central perdeu para a Tchecoslováquia. Já os camaroneses continuavam surpreendendo e eliminaram os colombianos. A Copa do Mundo acabou para a Seleção Brasileira nessa fase.

O time do Brasil perdeu para a Argentina, por 1 a 0, gol de Caniggia. Nesse jogo, os jogadores brasileiros acusaram os argentinos de "batizar" a água que beberam com alguma substância calmante.

Chegaram às quartas de final Argentina, Iugoslávia, Itália, Irlanda, Alemanha Ocidental, Tchecoslováquia, Inglaterra e Camarões. A estreante Irlanda chegou tão longe mesmo sem ter vencido uma única partida sequer. No grupo dela, na primeira fase, foram três empates. Nas oitavas, outro empate contra a Romênia e vitória nos pênaltis. Parou por ai, pois perderam para os donos da casa por 1 a 0.

Nas semifinais, duas disputas de pênaltis e Argentina e Alemanha Ocidental eliminaram a Itália e a Inglaterra. Na final, o time de Maradona não conseguiu superar os germânicos, que venceram por 1 a 0 e conquistaram a Copa do Mundo pela terceira vez.

OS SÃO-PAULINOS

Foto: Pedro Martinelli/Placar

Em 1990, ao contrário da Copa anterior, onde o São Paulo teve seu recorde de atletas na disputa, somente Ricardo Rocha esteve em campo com a Seleção que caiu frente a Argentina, nas oitavas de final.

O zagueiro são-paulino atuou em dois dos quatro jogos do Brasil naquela copa, contra Escócia e Argentina, vestindo a camisa 19. Pelo Tricolor, foram 70 jogos disputados, tendo conquistado os títulos de campeão brasileiro de 1991 e paulista de 1989 e 1991.

Ainda que somente um jogador da Seleção Brasileira fosse do São Paulo, à época da convocação, o time do Brasil contava com os ex-são-paulinos Silas, Careca e Müller. Aliás, curiosamente, todos os gols da equipe naquela participação foram marcados por eles (Careca, 2 e Müller, também 2).
VEJA: Conselheiros do São Paulo pedem impeachment de Leco

LEIA TAMBÉM: São Paulo prioriza permanência de Volpi e contratação de meia argentino


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: RENOVAÇÃO VOLPI, PROPOSTA DEDÉ, PITY MARTINEZ, SPFC, CONTRATAÇÕES - LAYLA REIS

Avalie esta notícia: 9 1

Comentários (4)

11/07/2018 10:43:10 Adilson Souza Marques

Seleção Horrível reca de Cariocas Lazaronni levou os amigos pra Copa..até hj é um mistério o que o Tita e o Bismark foram fazer lá...E pra ser justo houve um Gambá na época foi injustiçado Neto que tava jogando muito, diferente dos gambás de agora do Tite que foram só fazer número na seleção.

10/07/2018 16:09:12 JoaquimdasFlores

Essa foi a copa mais triste que eu assisti, junto com a de 2010.
Careca, Muller e Silas nos representavam. Ricardo Rocha era nosso, mas foi comprado só um ano antes.
Copa horrível. Tão horrível que, por conta da Irlanda, a Fifa decidiu acabar com o sistema antigo de pontuação, quando as vitórias somavam apenas 2 pontos.
A irlanda quase foi as semifinais, ainda que tenha empatado todas as partidas e tenha vencido todo mundo nos penaltis.

Já pensou? Ser campeão do mundo sem vencer um jogo que seja!

10/07/2018 14:57:05 Gilmar Oliveira

Onde o São paulo entrou nessa historia?se não tem noticias do tricolor não posta nada.fica a sugestão.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Brasileirão

    Domingo - 16:00 - Rei Pelé - Premiere
    CSA
    CSA
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Brasileirão

    Quarta - 21:30 - Morumbi
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    2 1
    X
    Internacional
    Internacional
    Calendário Completo
  • publicidade
  • Blogs

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Flamengo
    2 Santos
    3 Palmeiras
    4 Atletico Paranaense
    5 Grêmio
    6 São Paulo
    7 Corinthians
    8 Internacional
    9 Fortaleza EC
    10 Goiás
    11 Atletico-MG
    12 Bahia
    13 Vasco DA Gama
    14 Fluminense
    15 Botafogo
    16 Ceará
    17 Cruzeiro
    18 CSA
    19 Chapecoense-sc
    20 Avai
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    87 36 27 6 3 80 32 48 VEVVV
    71 37 21 8 8 56 33 23 EVDVD
    68 36 19 11 6 54 31 23 EEDDD
    63 37 18 9 10 51 32 19 VVVEV
    62 36 18 8 10 60 36 24 VDVDV
    60 37 16 12 9 37 29 8 EEVDV
    56 37 14 14 9 41 32 9 EDVDV
    54 37 15 9 13 42 38 4 EEDVD
    50 37 14 8 15 48 48 0 VEVVE
    49 36 14 7 15 42 57 -15 DEVVD
    48 37 13 9 15 44 47 -3 EDEVV
    48 36 12 12 12 42 40 2 DEDEV
    47 36 12 11 13 37 43 -6 VEEDV
    43 37 11 10 16 36 45 -9 EVVEE
    42 37 13 3 21 30 44 -14 DVVDD
    38 37 10 8 19 35 40 -5 DEDED
    36 36 7 15 14 27 42 -15 EEDDD
    32 37 8 8 21 23 56 -33 DDVDD
    31 37 7 10 20 30 51 -21 VVDDV
    19 36 3 10 23 17 56 -39 DEDDE
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota