Tricolor vence o Internacional pelo Brasileiro de Aspirantes
Últimas Notícias

Tricolor vence o Internacional pelo Brasileiro de Aspirantes

Em Osasco, equipe segue invicta e sobe na tabela do nacional Sub-23

0 0 0 0
Foto: Ana Luiza Rosa/saopaulofc.net

O Tricolor venceu o Internacional na tarde desta terça-feira (07) em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Em Osasco, no estádio José Liberatti, os são-paulinos bateram o rival gaúcho por 1 a 0, gol feito por Vinicius Garcia na primeira etapa.

O técnico Marcos Vizolli entrou com força máxima da categoria nesse jogo. O zagueiro Kal, que participou da vitória da equipe principal sobre o Cruzeiro (2x0) pelo Campeonato Brasileiro, voltou a atuar pelo time Sub-23.

Foram várias chances no primeiro tempo, sendo a primeira com Geovane. O atacante cobrou escanteio e Pedro Bortoluzo cabeceou, a defesa desviou. Na sobra, Vinicius finalizou e o goleiro mandou em escanteio. Na nova cobrança, Kal cabeceou por cima da meta.

Com bastante domínio das ações ofensivas, os são-paulinos chegaram novamente com Vinicius, aos 22 – o meia acertou uma bomba de fora da área após passe de Foguete e o goleiro desviou o lance, que saiu com muito perigo. Em seguida, nova jogada perigosa de fora da área, agora com Gabiga, mas novamente o chute passou por cima da meta.

Após tanto insistir, o São Paulo saiu na frente aos 25 minutos. Vinicius Garcia brigou pela bola, deixou o marcador pra tráse chutou rasteiro, de fora da área, no canto direito do goleiro. Mais uma vez de longe, agora com Marcos Jr, o Tricolor incomodou o goleiro rival. O camisa 5 mandou a bomba de longe, obrigando o goleiro a espalmar. Antes do intervalo, mais uma grande chance. Geovane saiu em velocidade na direita e tirou do goleiro, mas acertou a trave!

O segundo tempo começou bem mais truncado e com dificuldades para ambos os lados, e o jogo ficou preso no meio de campo. Quando chegou, aos 12 minutos, o São Paulo assustou: o cruzamento veio da esquerda e Vinicius Garcia, posicionado como centroavante, cabeceou à direita do gol.

Mais tarde, após recuperar a bola no ataque, Foguete recebeu e deixou com Murilo. O atacante fez o chute frontal, de fora da área, mas o goleiro conseguiu segurar. Aos 33 minutos, Vizolli mudou pela primeira vez: entraram Danilo e Oliveira nos lugares de Murilo e Vinicius Garcia. O time ganhou em velocidade, mas não conseguiu finalizar.

Aos 42, Geovane saiu para Alisson entrar no jogo. E no último lance do jogo, o goleiro Lucas Paes fez uma defesa milagrosa no cabeceio do Internacional, mas o assistente já marcava impedimento do jogador rival, e o Tricolor garantiu a vitória.

Com a vitória, a primeira em casa neste torneio, os são-paulinos vão à terceira colocação do grupo A, com 12 pontos somados. O próximo compromisso da equipe de Aspirantes será no sábado (18), em Chapecó. Os tricolores encaram a equipe da casa às 17h, na Arena Condá.

São Paulo: Lucas Paes; Foguete, Rodrigo, Kal e Gabiga; Marcos Jr, Paulo Henrique, Vinicius Garcia (Oliveira, 33min/2ºT), Geovane (Alisson, 42min/2ºT), Murilo (Danilo, 33min/2ºT) e Pedro Bortoluzo
Técnico: Marcos Vizolli
Avalie esta notícia: 52 1

Comentários (3)

08/08/2018 10:14:46 CiroG

Vinícius Garcia jogou muito bola ontem. Merece ser observado

08/08/2018 01:34:10 Ptricolima

Pra mim tem bons jogadores sim nesse time.
- Kal é um bom zagueiro;
- Paulo Henrique ótimo meio campista;
- Foguete bom lateral e também pode jogar de atacante pelas beiradas;
- Vinicius Garcia autor do gol, ótimo meio campista;
- Pedro não é craque mais também não é pior que Trellez

07/08/2018 20:56:30 regulation

Cara, rebaixa Lucas Fernandes, Paulinho e Brenner pra jogar entre os suv-23... Do jeito que estão, só treinando, nunca vão evoluir.

Não sei porque o São Paulo não cria de uma vez um time B oficial pra colocar a base pra jogar em nível competitivo...

Deixar jogador no sub-20 até estourar a idade não acrescenta nada. Jogaror com 18, 19 tem que estar é jogando no profissional.

Cria um time num estado próximo a São Paulo que tenha um acesso as divisões superiores mais fácil, como Paraná ou Santa Catarina, e coloca o pessoal pra jogar.

Casemiro não teria evoluído nada se tivesse mofado no banco do Real Madrid. Um time B jogando torneios competitivos faz toda a diferença.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.