Tchê Tchê nega ter “cadeira cativa” com Cuca no São Paulo
publicidade

Tchê Tchê nega ter “cadeira cativa” com Cuca no São Paulo

0 0 0
Mais novo reforço do São Paulo, Tchê Tchê chegou ao Morumbi a pedido de Cuca, com quem conquistou o Campeonato Brasileiro de 2016 pelo Palmeiras. Em sua apresentação, o volante projetou a disputa por posição com Liziero e negou que a indicação do treinador represente um privilégio no novo clube.



“Não tem rival dentro do grupo. [O Liziero] Vai ser mais um companheiro meu. Chego com uma vontade imensa de ajudar o clube. Ninguém tem cadeira cativa. Cheguei para ser mais um, não importa se o clube fez grande esforço [pela contratação]”, disse Tchê Tchê, comprado do Dínamo de Kiev, da Ucrânia, por 5 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões).



Na entrevista, o jogador de 26 anos também comentou sua curta passagem pelo futebol europeu. Contratado pelo Dínamo em maio de 2018, o ex-palmeirense só disputou 16 partidas pelo clube ucraniano e vinha atuando como reserva.

“Não é que eu saí de lá porque ninguém me queria mais. Eu tive que ter uma conversa com o presidente [do Dínamo] e conversei com todos aqui. Falei com o presidente de lá e ele não queria que eu saísse. Mas eu falei que eu queria ir para o São Paulo, um clube enorme no qual qualquer jogador tem vontade de jogar, e comigo não é diferente”, explicou.

Tchê Tchê também negou ter havido quaisquer problemas com o técnico do Dínamo de Kiev, Alyaksandr Khatskevich. De acordo com o meio-campista, o retorno ao Brasil não é fruto de uma insatisfação com sua experiência na gélida Ucrânia.

“Sobre o treinador, eu não tenho nada a reclamar de ninguém. Eu quis voltar, quis estar aqui. Abri mão de certas coisas para estar aqui. Poderia ter jogado mais, mas estou feliz de estar aqui. Minha confiança está normal, intacta. Estou pronto para trabalhar e ajudar”, concluiu.

Contratado fora do prazo de inscrição no Campeonato Paulista, Tchê Tchê deve estrear pelo São Paulo na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 27 de abril, contra o Botafogo, no Morumbi.



São Paulo Fc, Tricolor, SPFC, Tchê Tchê, cuca
VEJA: São Paulo demite Romildo Lopes analista de desempenho do clube


E MAIS: Apesar das críticas, Nenê é aposta de Cuca para reverter resultados


SPFC ÚLTIMAS NOTÍCIAS: ADRIANO; DANI ALVES; GILBERTO E FELIPE LUÍS! - LAYLA REIS

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>







Comentários (6)

04/04/2019 13:05:46 Luiz Rogério Pedro lelo

Bom jogador

04/04/2019 11:35:25 Gabriel Facchini

Acho que conssigui a posição, nos tempos de Palmeiras ele jogava muita bola , essa é a obrigação do treinador também presevar as contratações e a base , são duas coisas que não pode abrir mão

Vai ter que jogar muita bola pra não queimar cuca,se não,vai da que falar!!

04/04/2019 08:14:37 Renato Tomaz

Pelo menos até o meio do ano temos um time com titulares e reserva a altura do são Paulo, torce para manter a base o ano todo

04/04/2019 07:54:42 BIEL-SPFC

Todos sabem q ele tem carinho pelas Peppas, mais provou q não precisa chegar no rival mandando indireta ou soltando piada. Ganhou meu respeito e tenho certeza q vai jogar muito aqui tbm

04/04/2019 07:54:05 Freddy Barbosa

Vai ter que jogar muito mesmo tchetche o lizieiro joga o fino da bola apesar de se machucar muito pra mim ele e o titular

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.