'Dói muito, queríamos o título, peço desculpas', desabafa Cuca
publicidade

'Dói muito, queríamos o título, peço desculpas', desabafa Cuca

Treinador do São Paulo lamenta gol sofrido no final da partida contra o Corinthians, neste domingo, e fala sobre protocolo após final: ''Tinha jogador chorando no vestiário''

0 0 0
O técnico Cuca expôs sua frustração com a maneira como o São Paulo perdeu o título paulista para o Corinthians. Em entrevista coletiva após a derrota por 2 a 1 na Arena Corinthians, neste domingo.



LEIA TAMBÉM: Corinthians vence São Paulo é campeão paulista


- Dói muito, a gente queria muito, muito esse título, peço desculpas.
Mas precisamos da torcida já no sábado

O treinador explicou a razão dos jogadores, inicialmente, não subirem para a cerimônia de entrega de taça e medalhas pelo vice-campeonato. A equipe só mudou de postura a pedido do diretor executivo, Raí:

- O protocolo a gente não sabe qual é. Os jogadores ficaram esperando, mandamos buscar os cinco, mas demorou muito e jogador nesta hora está muito sensível. Tomou gol em cima da hora. Tinha jogador chorando, não tem como segurar. Perguntamos se dava para entregar as medalhas, demorou. Não é desrespeito a ninguém.

O treinador minimizou que a "cera" de Tiago Volpi nos minutos finais tenha custado caro ao Tricolor paulista e recordou o jogo de ida:

- O Cássio demorou mais para bater tiros de meta no Morumbi do que o Tiago aqui. É que acabou empatado. O próprio Corinthians estava conformado com o empate, era uma falta na lateral esquerda, meu goleiro foi bater, jogando time para frente - disse, emendando com o lance que gerou o gol de Love:

- Nós fomos pegos no contra-ataque aos 43 do segundo tempo, coisas que daqui a dois, três anos, com esse time, não vai mais acontecer. Estávamos postados no campo de ataque, se estivéssemos numa retranca ferrenha não tomaríamos o gol. Não é o que buscamos.

Aos seus olhos, faltou ao São Paulo mais qualidade ofensiva:

- Hoje nós marcamos bem, mas não jogamos do meio para frente. Não nos movimentamos como se deve fazer.



Contudo, o técnico mostra-se otimista com a equipe para o futuro:

- Temos uma equipe montada num prazo de 40 dias, requer tempo. Esses meninos vão evoluir muito, mesmo na dor que estão sentindo hoje. Eles queriam muito ganhar esse título para o torcedor. Não foi possível e o torcedor tem que entender. Não tivemos a sorte que tivemos de ganhar do Palmeiras nos pênaltis.

SPFC, Cuca, Paulistão, Final, Coletiva
VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Farelos Jurídicos preparou para você

VEJA: Tricolor pode não contar com Daniel Alves e Antony contra o Corinthians pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro

LEIA TAMBÉM:São Paulo está pronto para encarar o CSA domingo no Morumbi

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!

Avalie esta notícia: 32 50

Comentários (188)

21/04/2019 20:05:31 Rodrigo Reis

Covarde vc é cara do São Paulo Cuca, covarde fraco e medroso igual as palavra que o Arana falou time de bicha.

21/04/2019 20:04:11 Rodrigo Reis

Esse treinador de bosta

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.