[BUZZFEED]: Quatro lições que o São Paulo tirou da goleada sobre a Chapecoense
publicidade

[BUZZFEED]: Quatro lições que o São Paulo tirou da goleada sobre a Chapecoense

Velocidade para encontrar os espaços e meio-campo mais leve pautaram a vitória Tricolor. São Paulo se aproximou do G-4 do Brasileirão

0 0 0
Dois meses e 10 dias depois, o torcedor do São Paulo pôde celebrar novamente uma vitória na temporada. E com goleada. Placar de 4 a 0 sobre a Chapecoense, no Estádio do Morumbi, em atuação avassaladora na volta para o segundo tempo.





Cuca fez duas alterações no intervalo, que foram fundamentais para a construção do placar elástico. Confira, agora, porque o São Paulo venceu e quais as lições que foram apresentadas na partida.

1 – Meio-campo mais leve
Para jogar no Morumbi, diante de defesas fechadas como a que Ney Franco montou ontem, o São Paulo pode ter uma formação de meio-campo mais leve. Isso implica em ter Tchê Tchê como primeiro homem no setor, em vez de Luan.

A entrada de Everton, que foi testado durante os treinamentos durante a Copa América no setor, melhorou a transição ofensiva. Foi dele a jogada e o passe para Antony, no gol que destravou a partida.

2 – Aberto pela esquerda, Pato sobrecarrega lateral
Alexandre Pato até teve um bom desempenho na primeira etapa, quando participou das jogadas de maior perigo do São Paulo. Mas foi substituído no intervalo.

Por característica, o camisa 7 Tricolor não tem fôlego para recompor e atacar na mesma intensidade. Motivos que levam à conclusão de que, pelo lado, vai ser complicado encaixá-lo no time.

3 – Intensidade no campo ofensivo
A novidade que fez o São Paulo deixar uma boa impressão no empate contra o Palmeiras voltou a aparecer. Desta vez, no segundo tempo contra a Chapecoense. Marcar forte e intensamente no campo de ataque para, assim, roubar a bola próximo ao gol.

Em 10 minutos, três gols marcados para basicamente matar a partida e encerrar o jejum de oito partidas sem vencer no ano.

4 – Raniel precisa de companhia
Centroavante que tem bom poder de proteção da bola, Raniel marcou seu primeiro gol pelo São Paulo, ontem. Mas foi em um erro da zaga da Chapecoense.

Em todo caso, ele é o tipo de jogador que precisa de suporte para tabelar ou mesmo para ser servido na área. Enquanto Pablo estiver fora, Raniel terá bons minutos para se afirmar como titular.



São Paulo, Buzzfeed, Lições, Brasileirão, Goleada
VEJA: Clique aqui e veja a baita viagem que a Mandala Turismo preparou para você aproveitar Capitólio-MG

VEJA: Fora dos planos de Cuca, Everton Felipe entra na mira do Cruzeiro

LEIA TAMBÉM: Clubes estão ajudando a pagar o VAR

LEIA TAMBÉM:São Paulo faz mistério até para diretores sobre parceiros da "operação Dani Alves"

SPFC ULTIMAS NOTICIAS: CAMISA CELESTE; EVERTON FELIPE E MAIS! - IGOR SOUZA

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!

Avalie esta notícia: 15 1

Comentários (2)

24/07/2019 08:46:19 lucianoengcomp

Pra mim o melhor post até agora.

Retrata uma analise correta do que aconteceu em campo e oque acontece com o time.

O time melhorou não com a saída do Pato, mas sim com a presença do Everton na esquerda. Melhorou não só ofensivamente com sua velocidade e inteligência de quem sabe fazer a função, mas com o apoio do Reinaldo, que sentiu mais segurança em apoiar, sabendo que teria cobertura caso subisse.

Pato pra mim é titular e fundamental, mas como 2º atacante centralizado... e precisa dos jogadores velozes de lado pra fazer as jogadas de linha de fundo.

O grande problema disso tudo é que o elenco foi muito mal formado. Tem vários bons jogadores pra mesma posição (2º atacantes que centralizam temos Pato, Toró, Vitor Bueno, Antony, Helinho...) e pouquissimos em outras (atacantes de lado temos 2 que se contundem sempre, Everton e Rojas, e centroavante temos 2 apenas tbm não tão bons, Pablo e Raniel).

A questão é que agora não adianta chorar o leite derramado. O elenco é esse ai... desequilibrado mesmo. O que pode ser feito com oq eu temos?

Antony é titular e centraliza as jogadas: a melhor solução por eqto é o Igor Vinicius ocupar a ponta direita mesmo e ter uma cobertura ali (Tche Tche). Antony precisa ficar um pouco mais atrás tbm quando o Igor Vinicius subir.

Pelo outro lado temos o Everton pra fazer o 1 - 2 com o Reinaldo. Antony basicamente defensivamente precisa fazer o mesmo que o Everton faz. Ofensivamente que varia pq ele centraliza e o Everton afunda pra linha de fundo.

No meio Hernanes tbm precisa ser titular com o Tche Tche no meio. Antony e Everton pelos lados. Pelo meio Pato e Pablo (ou Raniel). 4-4-2

23/07/2019 15:30:04 Emanuel Mota Castro

Pato com é craque.. não é porque o time fez gols sem ele que ele não presta...o cara chama atenção da marcação...os outros precisam se aproveitar disso... quando ele saiu os caras não sabiam quem pegar, deixaram o toró livre, e o Everton vindo de trás

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.