Zé Luis: Foi a pior fase da minha carreira
publicidade

Zé Luis: 'Foi a pior fase da minha carreira'

Coringa teve até novena da sogra para se livrar da zica

0 0 0
Os jogadores de futebol sempre dizem que uma das piores situações da profissão é ficar no departamento médico, sem poder atuar. Fazer fisioterapia, ter de trabalhar em dois períodos, ver os companheiros no campo, assistir aos jogos pela televisão. Uma sequência de fatos que incomoda, uns mais, outros menos.

Zé Luis passou por isso, e não foi só uma vez. Desde o ano passado, lesões têm atrapalhado o jogador para embalar uma sequência de jogos. Apesar de ter entrado em campo em 17 dos 28 jogos do Sampa em 2009, o camisa 23 ficou incomodado com a situação, e disse que esta última contratura sofrida na coxa esquerda fez com que ele vivesse a pior fase da sua carreira como atleta de futebol:

– Foi a pior, com certeza. Você começa a analisar as sequências de lesões. Acontece uma, tudo bem, na segunda você começa a pensar, aí na terceira você já desconfia de várias coisas. Fiquei para baixo, chateado, mas agora é bola para frente.

Zé Luis se amparou na família. Foi quem mais o ajudou a superar o momento difícil, de tristeza. O jogador, de muita fé, disse que estava em débito com a igreja, então voltou a frequentá-la. A filha e a esposa foram as principais companheiras. A sogra, por quem tem um carinho especial, fez até novena (nove dias de oração, em que se reza um terço por dia), pedindo para que o genro não se machucasse mais na carreira.

As ligações dos amigos que não são do meio futebolístico também foram constantes, além do apoio dos colegas de grupo, esses no dia-a-dia. Zé Luis foi ganhando força, dedicou-se a tudo que lhe foi pedido e, depois de pouco mais de um mês, volta aos gramados neste domingo à tarde, contra o Atlético-PR, no Morumbi.

O que mais incomodou o camisa 23 foi o fato de ter perdido momentos decisivos do Tricolor nas competições. Em 2007, perdeu os nove últimos jogos do Brasileirão. Em 2008, os três últimos. Este ano, ficou fora das semifinais do Estadual.

Com a auto-estima de volta e a alegria que sempre foi sua marca registrada, Zé não quer mais sair.
VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Farelos Jurídicos preparou para você

LEIA TAMBÉM: Fora dos planos do técnico Cuca, lateral pode deixar São Paulo após propostas

LEIA TAMBÉM: Hudson pede para não ser fixado na lateral e Cuca ainda quer reforço

E MAIS: São Paulo aplica maior goleada desde a era Rogério Ceni; relembre

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!






Avalie esta notícia: 6 4

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.