André Lima salva o São Paulo no fim
publicidade

André Lima salva o São Paulo no fim

Furacão esteve sempre a frente, mas cedeu o empate. Atacante salvou mau atuação do Sampa

0 0 0
Quando parecia que o São Paulo perderia a quinta partida em seis jogos, o atacante André Lima, quem diria, em posição duvidosa, salvou a equipe. O jogador fez o seu sexto gol com a camisa do Tricolor, que empatou em 2 a 2, com o Atlético-PR, neste domingo, no Morumbi.

O zagueiro Rafael Santos fez os dois gols do Furacão e, não fosse André Lima, teria saído do Morumbi como herói. O Sampa continua sem perder para o Atlético dentro de casa, fato que não acontece desde 1983.

Com muitos desfalques, sete ao todo, Muricy teve de improvisar e mandou a campo uma equipe diferente do que o torcedor está acostumado a ver. Richarlyson voltou a atuar como terceiro zagueiro, ao lado de Miranda e Zé Luis, que retornou. O treinador também sacou Júnior César e escalou Eduardo Costa a frente da defesa.

Mas as novidades pararam por aí. Em campo, o torcedor são-paulino viu novamente um time sem criatividade, previsível e que apelava para as jogadas áreas. Aos 20 minutos, Hugo resolveu destoar e colocou Borges na cara do gol. O atacante se atrapalhou e chutou em cima do goleiro Gallato. Borges teve mais uma boa chance depois, mas mandou por cima.

O Atlético se aproveitou da falta de qualidade do adversário e foi pra cima, quase sempre em contra-ataques. Numa cobrança de escanteio, a bola sobrou para Rafael Santos que, de bico, abriu o placar.

Com o gol sofrido, o São Paulo passou a tomar mais a iniciativa mas não conseguia êxito. No começo do segundo tempo, porém, Borges empatou e a equipe parecia que reagiria. Mas o mau futebol continuou.

Aos 29, em nova cobrança de escanteio, Rafael Santos subiu mais do que a zaga e de novo colocou o Furacão na frente. O São Paulo passou a ir pra cima na base do desespero e a derrota parecia iminente.

Mas, aos 43 minutos, dois após sua entrada, André Lima aproveitou cruzamento de Hugo e, sozinho, mandou empurrou paras as redes. Foi o quarto gol do atacante em posição duvidosa desde que chegou ao Tricolor - dois contra o Vasco, ano passado pelo Campeonato Brasileiro, e um este ano, contra o São Caetano, pelo Paulistão.

No próximo domingo, o São Paulo encara o Palmeiras no Palestra Itália. O Atlético recebe o Náutico na Arena da Baixada, ambas as partidas pelo Campeonato Brasileiro.


FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 2 X 2 ATLÉTICO-PR
Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 16/5/2009 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Marrubson M. Freitas e César Augusto Vaz (DF)
Renda/público: Não disponiveis
Cartões amarelos: Eduardo Costa, Washington, Júnior César (SÃO); Rafael Santos, Raul e Marcinho (APR)
GOLS: Rafael Santos, 45’/1ºT (0-1); Borges, 1’/2ºT (1-1); Rafael Santos, 29’/2ºT (1-2); André Lima, 43’/2ºT (2-2)

SÃO PAULO: Bosco; Zé Luis, Miranda e Richarlyson; Arouca (Wellington, 20’/2ºT), Eduardo Costa, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner (Júnior César, 16’/2ºT); Borges (André Lima, 41’/2ºT) e Washington. Técnico: Muricy Ramalho

ATLÉTICO-PR: Galatto; Rafael Santos, Rodolpho e Antonio Carlos; Raul, Chico, Rafael Miranda, Marcinho e Márcio Azevedo (Alecsandro, 38’/2ºT); Wallyson (Gustavo, 44’/2ºT)e Rafael Moura. Técnico: Geninho
VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Farelos Jurídicos preparou para você

LEIA TAMBÉM: Fora dos planos do técnico Cuca, lateral pode deixar São Paulo após propostas

LEIA TAMBÉM: Hudson pede para não ser fixado na lateral e Cuca ainda quer reforço

E MAIS: São Paulo aplica maior goleada desde a era Rogério Ceni; relembre

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!






Avalie esta notícia: 5 5

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.